ptenfrdeitrues

História do Rito

O Rito de Misraim e o Grande Oriente de França

Em 19 de Maio de 1815, sob a égide dos Irmãos Bédarride, soldados do Imperador que tinham passado por Itália e que evocaram a recuperação de um registo iniciático proveniente de Cagliostro, foi criada em Paris a Respeitável Loja "Arc-en-ciel", Rito de Misraim. Com a Restauração, foi proibido, sob a acusação de ser um Rito antimonárquico, de 1822 a 1830.

Em 1865, na sequência do apelo lançado pelo Marechal Bernard Pierre Magnan, Grão-Mestre do Grande Oriente de França (GODF), uma parte da "Potência Suprema" de Misraim, dirigida pelo Irmão Jacques Ragaigne, communard muito activo, aderiu à rue Cadet, sede do GODF em Paris.

O Rito de Memphis e o Grande Oriente de França

Em 1838, Jean-Etienne Marconis fundou o Rito de Memphis. Se por um lado o Rito de Misraim é orientado para a Cabala, o Rito de Memphis aborda o hermetismo e os mistérios pré-cristãos.

Em 1862, o Irmão Marconis de Nègre, Fundador e Grande Hierofante do Rito de Memphis, uniu-o no Grande Oriente de França. O GODF desejava evitar a profusão de graus e também a pretensão de superioridade de determinados Ritos em relação a outros. O Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraim passou a trabalhar num Sistema Maçónico de 33 graus. A pedido do Grande Oriente de França, por Jean-Etienne Marconis de Nègre.
Em 1881, John Yarker, eminente esoterista, Grande Hierofante, funde os Ritos de Memphis e de Misraim, aprofundando o seu conteúdo plenamente hermetista, que lhe confere uma caminhada iniciática, numa via espiritual.